Água Filtrada ou Galão de Água Mineral ?

Água Filtrada ou Galão de Água Mineral ?

A dúvida sobre o tipo de água mais adequado para o consumo humano é recorrente entre os seus consumidores.  Ao mesmo tempo em que a água representa uma fonte de saúde, vital para a sobrevivência humana, se não tratada, manuseada ou explorada de forma adequada pode causar sérias doenças.

Por essa razão é importante conhecer as características que tornam a água potável, ou seja, adequada para o consumo humano e animal. Água potável é a água livre de qualquer tipo de micro-organismos, sólidos em suspensão e substâncias tóxicas que causam contaminação e doenças. É a água boa para o consumo, que não causa nenhum risco à saúde e é agradável aos sentidos.

As características físicas, químicas, biológicas e radioativas da água indicam os seus parâmetros de potabilidade. Dentre as características físicas da água, poderíamos citar a cor, o odor, o sabor e a turbidez.

Com base em tais características, podemos afirmar que tanto a água mineral natural, a água natural e a água filtrada podem ser adequadas ao consumo humano se tratadas, manuseadas e exploradas de forma apropriada.

Mas, afinal, qual água escolher?

Inicialmente cabe distinguir a água mineral natural da água natural: água mineral natural é água obtida diretamente de fontes naturais ou por extração de águas subterrâneas. É caracterizada pelo conteúdo definido e constante de determinados sais minerais, oligoelementos e outros constituintes considerando as flutuações naturais. A água natural, por sua vez, também é obtida diretamente de fontes naturais ou por extração de águas subterrâneas. A diferença é em relação ao conteúdo definido e constante de determinados sais minerais, oligoelementos e outros constituintes, que são em níveis inferiores aos mínimos estabelecidos para água mineral natural.

Considerando que a água mineral natural e a água natural contaminadas podem causar doenças de transmissão hídrica, a legislação Federal assume o dever de regular a sua exploração e comercialização. O Departamento Nacional de Produção MineralDNPM e a Agência Nacional de Vigilância SanitáriaANVISA são os órgãos do governo que tratam sobre a matéria.

Nesse sentido, destacamos a Resolução da Diretoria Colegiada da Anvisa – RDC Nº. 173, de 13 de Setembro de 2006 que dispõe sobre o Regulamento Técnico de Boas Práticas para Industrialização e Comercialização de Água Mineral Natural e de Água Natural e também a Lista de Verificação das Boas Práticas para Industrialização e Comercialização de Água Mineral Natural e de Água Natural.

Esta normativa estabelece requisitos para a captação, a condução da água de captação, o armazenamento da água da captação, a seleção dos insumos e dos fornecedores, a recepção e armazenamento dos insumos, fabricação e higienização das embalagens, envase e fechamento, e, por fim, para o transporte e a comercialização da água mineral natural e da água natural de modo a assegurar as suas características originais e qualidade higiênico-sanitária.

Assim, toda a cadeia de manuseio, exploração e comercialização da água deve atender às normativas vigentes para que o consumo humano seja seguro.

Galão de Água Mineral

As embalagens plásticas retornáveis, por exemplo, podem trazer sérios problemas se não fechadas e avaliadas de forma adequada: o fechamento deve garantir a vedação das embalagens para evitar vazamentos e contaminação da água mineral natural e da água natural. Além disso, a aparência interna e externa das embalagens, a presença de resíduos e odor deve ser criteriosamente avaliada. Amassamentos, rachaduras, ranhuras, remendos, deformações internas e externas do gargalo, com alterações de odor e cor, dentre outras alterações podem comprometer a qualidade higiênicosanitária da água mineral natural ou da água natural.

A precariedade da conservação das embalagens implica o risco de doenças sérias para a população, pelo contágio da água quando mal armazenada.  O consumidor final, portanto, também deve estar atento a essas questões e levá-las em consideração ao escolher entre água filtrada e água mineral. Recomenda-se sempre verificar a procedência da água mineral, inspecionar a higiene do local em que a água está armazenada e as condições das embalagens plásticas retornáveis.

Muita gente pode não saber, mas os galões retornáveis de água mineral de 10 ou 20 litros possuem prazo de validade. Aqueles que são adeptos a comprar esses modelos devem ter conhecimento que a duração máxima deles é de três anos. Após esse período, o fornecedor é obrigado a trocar o garrafão por um novo.

Muita gente pode não saber, mas os galões retornáveis de água mineral de 10 ou 20 litros possuem prazo de validade. Aqueles que são adeptos a comprar esses modelos devem ter conhecimento que a duração máxima deles é de três anos. Após esse período, o fornecedor é obrigado a trocar o garrafão por um novo. Fonte: Reclame Aqui

Água Filtrada

Já a água filtrada, é a água que passa por um dispositivo filtrante para melhorar a sua qualidade. Geralmente é a água proveniente de rios, lagos ou represas que passa inicialmente por um tratamento pelas redes de abastecimento públicas. Os filtros de água atuam, portanto, como um complemento a este primeiro tratamento e possuem a funcionalidade de remover qualquer tipo de resíduo ou toxinas que ainda permanecer na água.

Existem hoje ótimas opções no mercado de filtros que são plenamente capazes de retirar da água partículas como areia, barro, poeira, lodo, ferro, manganês e sedimentos menores do que 5µ (ou 0.005mm), bem como remover o cloro da água.  Trata-se de um processo que garante água de qualidade, limpa e cristalina, sendo uma excelente opção para os consumidores que se preocupam com a segurança da água que consomem.

Benefícios dos Filtros de Água FUSATI. Não Consome Energia Elétrica, 5 anos da vida útil do elemento filtrante, Retrolavável, Estrutura em Aço Inox 304

Benefícios dos Filtros de Água FUSATI. Não Consome Energia Elétrica, 5 anos da vida útil do elemento filtrante, Retrolavável, Estrutura em Aço Inox 304

Os filtros centrais de água para residências também são excelentes alternativas para garantir a qualidade da água e trazer tranquilidade aos moradores. A instalação desses filtros ocorre antes do reservatório de água e após o hidrômetro, e, portanto, possuem a função de filtrar toda a água da residência, partindo da sua entrada e atingindo todos os pontos de uso.  O resultado é a obtenção de água tratada em todas as saídas de água da residência!

Opcionalmente, o filtro pode conter carvão ativado, que remove odores e impurezas da água, os filtros centrais também são capazes de reter as substâncias orgânicas em suspensão, incluindo, mas não se limitando a, bactérias, algas e iodo.  Partículas sólidas em suspensão tais como, areia, argila, ferrugem e resíduos de encanamentos também são retidos de forma muito eficaz, o que traz como consequência a redução da turbidez da água. Componentes químicos e toxinas também são removidas, gerando uma água limpa e cristalina.

Vale por fim, lembrar a questão da sustentabilidade ambiental que poderá ser levada em conta ao se optar pela água filtrada.  É sabido que a quantidade de água necessária para fabricar uma garrafa plástica é superior à quantidade de água contida na própria garrafa. Além disso, o plástico das garrafas pode demorar até 1000 anos para se decompor. Ou seja, é perfeitamente possível obter água de qualidade para consumo sem qualquer agressão ao meio ambiente.

A FUSATI contribui para a questão da proteção do meio ambiente e controle da qualidade da água de consumo humano. Com profissionais capacitados e envolvidos na questão da água, a FUSATI está a todo o momento criando produtos e tecnologias sustentáveis para a proteção da saúde humana. Venha nos fazer uma visita e conhecer nossas soluções!

Fonte Imagem: Reclame Aqui

Turbidez na Água

Turbidez na Água

Sabemos que potabilidade da água é avaliada por meio de parâmetros que indicam se ela é adequada ou não para o consumo humano.  No Brasil, o padrão de potabilidade vigente está estabelecido na Portaria de Consolidação nº 5 do Ministério da Saúde, que consolidou as normas sobre as ações e os serviços de saúde do Sistema Único de Saúde.

A TURBIDEZ da água é um desses parâmetros e neste artigo abordaremos este tema.

Turbidez na Água

A turbidez é uma característica física que indica as partículas (em suspensão ou colidais) que impedem a passagem de luz pela água. As partículas podem ser de areia, restos de folha e até mesmo seres vivos como algas, protozoários e bactérias que além de turbidez, também podem causar à água cor, sabor e odor. A turbidez, portanto, pode ser entendida como a medida do espalhamento de luz que é produzido por essas partículas.

A medida da turbidez é obtida por meio de aparelhos como o turbidímetro ou nefelômetro, com a comparação do espalhamento de um feixe de luz ao atravessar determinada amostra com o espalhamento obtido com o mesmo feixe e em iguais condições ao atravessar uma suspensão padronizada, sendo expresso em Unidades Nefelométricas de Turbidez (NTU – Nephelometric Turbidity Unity). Quanto maior o espalhamento, maior será a turbidez.

Análises laboratoriais dá água também podem ser realizadas para determinar o índice de turbidez. O tamanho das partículas pode variar e a análise de suas características, origens e granulometria auxilia bastante o tratamento específico a ser utilizado para a turbidez.

A erosão, o escoamento de água de locais impermeabilizados nas cidades e a contaminação proveniente de zonas de mineração  são os principais fatores que alteram a turbidez da água. Chuvas fortes também fazem com que as águas dos mananciais de superfície fiquem turvas em razão do carreamento de sedimentos pela enxurrada.

A turbidez pode ser encontrada em quase todas as águas de superfície, mas em geral, está ausente nas águas subterrâneas.  Quando a quantidade de partículas na água ultrapassa os valores máximos permitidos ocorre a diminuição da penetração da luz na água,  e, como consequência há a redução da fotossíntese de organismos vivos, como algas e fitoplâncton. Outra consequência séria desta quantidade excessiva de partículas na água é a sua sedimentação entre as pedras e pedregulhos do fundo, que acabam por eliminar os locais de desovas de peixes e o habitat de insetos aquáticos e invertebrados. Tratam-se as hipóteses de turbidez excessiva.

Certo é que a turbidez afeta as percepções e os comportamentos dos consumidores de água e daí a importância que se atribui a um tratamento adequado da água.

Filtro para Tratar a Turbidez da Água

Filtro para Tratar a Turbidez da Água

Tratamento da Água

O tratamento de água para consumo humano inclui técnicas de remoção de partículas em suspensão ou colidais. As técnicas de tratamento incluem coagulação, floculação, decantação, filtração, desinfecção e fluoretação e garantem a eficácia na clarificação e desinfecção da água.  A filtração com membranas, especificamente, é considerado um processo de tratamento altamente eficaz para a remoção de vários compostos orgânicos dissolvidos, como agrotóxicos e microrganismos patogênicos.

Estações de Tratamento de Água (ETA) e Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) também são tecnologias eficientes para o tratamento da turbidez.

A FUSATI contribui para a questão da proteção e controle da qualidade da água de consumo humano. Com profissionais capacitados e envolvidos na questão da água, a FUSATI está a todo o momento criando produtos e tecnologias sustentáveis para a proteção da saúde humana.

Saiba O Que É Carvão Ativado e Porque É Usado em Filtros

Saiba O Que É Carvão Ativado e Porque É Usado em Filtros

Você já se perguntou por que filtramos a água com carvão ativado? Isso não é de hoje. Nossos ancestrais sabiamente encontraram uma maneira eficaz de filtrar a água através do carvão vegetal.

Mas e o tal carvão ativado? O carvão também é carbono. O carvão torna-se ativado quando milhões de poros minúsculos entre os átomos de carbono se abrem devido à sua mistura com oxigênio.

O carbono é um material extremamente poroso que atrai e retém uma grande variedade de contaminantes prejudiciais à saúde.

O carvão ativado consiste em uma esponja porosa sólida e preta. É usado em filtros de água, medicamentos que removem seletivamente toxinas e processos de purificação química.

Como Funciona o Filtro de Água de Carvão Ativado?

O filtro central de água garante uma água filtrada em todos os pontos de consumo das residências, comércios e indústrias.

O filtro central de água garante uma água filtrada em todos os pontos de consumo das residências, comércios e indústrias.

Na realidade, existem apenas dois métodos pelos quais o carvão ativado pode remover os poluentes da água; um é através da “adsorção” e o outro é através da redução catalítica.

A “adsorção” refere-se à atração de átomos, íons ou moléculas de um sólido gasoso, líquido ou dissolvido em uma superfície. É diferente da absorção porque as partículas em absorção são absorvidas pelo volume e não pela superfície (como no caso da adsorção).

Por outro lado, a redução catalítica é um processo em que os íons carregados negativamente dos contaminantes são atraídos para o carbono ativado carregado positivamente.

O carvão ativado resulta em um carvão altamente poroso. Pequenos buracos dão ao carvão uma superfície de 300 a 2.000 m2 / g, permitindo que líquidos ou gases passem pelo carvão e interajam com o carbono exposto.

O carbono absorve uma ampla gama de impurezas e contaminantes, incluindo cloro, odores e pigmentos. Outras substâncias, como o sódio, o flúor e os nitratos, não são tão atraídas pelo carbono e não são filtradas.

Como a adsorção funciona ligando quimicamente as impurezas para o carbono, os locais ativos no carvão acabam sendo preenchidos. Os filtros de carvão ativados tornam-se menos efetivos com o uso e precisam ser recarregados ou substituídos.

Por Que é Usado em Filtros de Água?

O uso mais comum de carvão ativado é o filtro de água. O filtro de carvão melhora a clareza da água, diminui os odores desagradáveis ​​e remove cloro.

Não é eficaz para remover certos compostos orgânicos tóxicos, níveis significativos de metais, fluoretos ou patógenos.

O Que Determina a Eficácia do Carvão Ativado?

Vários fatores influenciam a eficácia do carvão ativado. O tamanho e a distribuição dos poros variam dependendo da fonte do carbono e do processo de fabricação.

Grandes moléculas orgânicas são absorvidas melhor do que as pequenas. A adsorção tende a aumentar à medida que o pH e a temperatura diminuem.

Os contaminantes também são removidos de forma mais eficaz se estiverem em contato com o carvão ativado por mais tempo, assim a taxa de fluxo através do carvão afeta a filtração.

O Filtro de Carvão Ativado irá Filtrar:

  • Cloro;
  • Cloramina;
  • Taninos;
  • Fenol;
  • Algumas drogas;
  • Sulfato de hidrogênio e alguns outros compostos voláteis que causam odores;
  • Pequenas quantidades de metais, como ferro, mercúrio e cobre quelado.

História do Carvão Ativado

Os Egípcios e Sumérios foram os primeiros a produzir e usar o carvão como combustível para reduzir alguns elementos no processo de fabricação de bronze.

As duas civilizações também descobriram que o carvão poderia ser usado como conservante, começando assim a capitalizar suas propriedades anti-bacterianas.

Eles usaram o carvão para evitar que o apodrecimento da madeira, especialmente quando enterrada nos solos úmidos do Rio Nilo.

À medida que os séculos passaram, as aplicações de carvão foram descobertas e desenvolvidas cada vez mais.

Diferentes usos do carvão são amplamente utilizados até hoje, especialmente no caso de filtração de água, onde o carvão ativado é o componente principal.

Vantagens do Filtro de Carvão Ativado

São indicados para remover vestígios de cloro de forma eficaz, o que, se não for feito, resultaria em uma água com um sabor desagradável. Especialmente indicados nos casos em que a água é usada na fabricação de um produto, como no caso de sorveterias, restaurantes, hotéis, cafeterias, indústria alimentícia em geral e farmacêutica.

Outra característica notável dos filtros para tirar o cloro da água é que, enquanto removem o conteúdo perigoso presente na água, eles não descartam os nutrientes saudáveis durante o processo. Assim, os nutrientes na água são preservados.

Este tipo de sistema de filtro de água é o preferido porque não causa grandes transtornos com manutenção. Na verdade, exige uma quantidade muito pequena de manutenção que é principalmente sobre limpeza regular.

Existe uma ampla gama de filtros para escolher e encontrar o que se adequa às suas necessidades não será um problema.

Os filtros de água de carvão ativado também podem ser usados ​​em pares para fornecer melhores resultados.

Normalmente, eles são usados ​​como pré-filtro para complementar um sistema de osmose reversa; ou adicionado aos destiladores para remover vestígios de substâncias voláteis.

Considere um Sistema de Filtro de Água FUSATI

Com o uso do Filtro de Água Residencial Central FUSATI feito em Aço Inox, você terá acesso à água para saúde de todos, além de um sabor e pureza muito superiores.

São utilizados elementos filtrantes de qualidade e específicos para cada caso, como o uso de carvão, quartzo, resina, areia ou outro tipo necessário.

Os filtros FUSATI são retrolaváveis e não consomem energia. Basta reverter o fluxo da água e assim remover toda a sujeira retida durante a filtração.

Conheça outros elementos filtrantes:

Zeólita

É um produto natural que remove compostos orgânicos, amônia, cor, sabor e turbidez da água, além de ferro, manganês e outros dependendo da aplicação.

Remove partículas de até 4 micra, invisíveis a olho nu.

A  zeólita para tratamento de água é tão eficaz quanto o carvão ativado em diversos aspectos. Isso porque ela é um componente mineral de alto potencial corretivo. Elementos como arsênio, cloro, inseticidas, mercúrio, cobre e solventes podem ser retirados da água a partir da utilização da zeólita.

Para tratamento de água em indústrias considera-se a Filtração de alta capacidade ou ainda a osmose reversa.

Entre em contato com a FUSATI Filtros para que nossa equipe faça um orçamento personalizado, de acordo com as suas necessidades e preferências.

Preencha o formulário de contato. Ou se preferir, envie sua dúvida pelo e-mail fusati@fusati.com.br, pelo WhatsApp (19) 99608-0239 ou pelo telefone (19) 3301-6666.

Qual é o Melhor Filtro de Água Residencial?

Qual é o Melhor Filtro de Água Residencial?

Sabemos que um dos requisitos básicos para a saúde humana é a água potável e o saneamento. No entanto, os serviços básicos de água e saneamento oferecidos à população não necessariamente fornecem água potável e saneamento gerenciado de forma segura. Por mais que a água passe por um processo prévio de tratamento, o caminho até as residências pode passar por tubulações envelhecidas, contaminadas e enferrujadas.

Qualidade da Água Significa Saúde!

Esta situação pode ocasionar a transmissão de doenças como cólera, diarreia, esquistossomose, hepatite A e febre tifoide, colocando em risco a saúde das pessoas, em especial as crianças. A ingestão direta da água imprópria é a forma mais comum de contaminação, mas também poderá ocorrer contaminação por meio de alimentos que foram fabricados ou que tiveram contato com a água não tratada e até mesmo por meio do contato entre a pele e a água. Acresça-se ainda que o consumo de água contaminada por substâncias químicas como flúor, arsênico, chumbo entre outras também pode ocasionar graves doenças nos seres humanos.

Dispor de água potável segura, portanto, é medida que se impõe para garantir a saúde da sua família. Sistemas de filtragem próprios para residências são excelentes alternativas para garantir a qualidade da água e trazer tranquilidade aos moradores.

Mas diante de tantas opções no mercado, qual é o melhor filtro de água residencial?

Apresentamos a você um guia prático para auxiliá-lo tecnicamente na melhor escolha.

Filtro de Barro

O filtro de barro é uma invenção genuinamente brasileira e foi um dos primeiros produtos criados pela indústria nacional. Bastante popular nas residências dos brasileiros e com preço bastante acessível, os filtros de barro filtram a água por gravidade e a mantém fresca ao mesmo tempo. São feitos de barro ou de cerâmica e seu elemento filtrante é uma vela de cerâmica com carvão ativado e nitrito de prata. Apesar de eficaz, eles não são capazes de eliminar todas as bactérias e resíduos químicos da água. Além disso, convém lembrar a necessidade de higienizar a vela com frequência para garantir uma maior durabilidade do produto. Com o tempo ela começa a amarelar, sendo necessário realizar a troca.

Filtro Purificador

Os purificadores de água funcionam acoplados ao encanamento de água da residência por meio de adaptadores. Uma bomba interna possui a funcionalidade de aumentar a pressão da água e forçar a sua saída através do elemento filtrante. O elemento filtrante, por sua vez, retém as impurezas, e, em alguns casos através do carvão ativado presente no refil, elimina também odores do cloro e resíduos químicos.

Os modelos, as formas de manutenção e os níveis de limpeza dos aparelhos purificadores variam bastante e a atenção deve estar sempre direcionada ao momento da troca do refil, para não comprometer a qualidade da água. O tempo médio de troca de refil é de 6 meses, podendo variar conforme a marca, o modelo e a qualidade da água que chega até a residência. Se a água for de baixa qualidade, recomenda-se a troca com maior frequência, já que o elemento filtrante será bastante prejudicado.

Filtro Ozonizador

Os filtros ozonizadores purificam a água através de um método de filtragem que utiliza o gás ozônio, agente oxidante considerado bastante eficaz para bactérias, vírus, amebas, protozoários, algas, fungos e microrganismos.

Neste método é importante considerar o tempo necessário de contato entre a água e o gás, cerca de 10 a 15 minutos. Como a passagem da água nos ozonizadores acontece de maneira rápida, este tempo de exposição poderá ser prejudicado. Além disso, acresça-se a desvantagem de que, como este método faz a água borbulhar, ela não deve ser consumida de imediato: recomenda-se a espera de aproximadamente 10 minutos para a sua ingestão.

Filtro Central

Os filtros centrais de água são aqueles que certamente apresentam a melhor solução de filtragem para a sua residência. A instalação desses filtros ocorre antes do reservatório de água e após o hidrômetro, e, portanto, possuem a função de filtrar toda a água da residência, partindo da sua entrada e atingindo todos os pontos de uso. O resultado é a obtenção de água tratada em todas as saídas de água da sua residência!

Composto por carvão ativado, que remove odores e impurezas da água, os filtros centrais também são capazes de reter as substâncias orgânicas em suspensão, incluindo, mas não se limitando a, bactérias, algas e iodo. Partículas sólidas em suspensão tais como, areia, argila, ferrugem e resíduos de encanamentos também são retidos de forma muito eficaz, o que traz como consequência a redução da turbidez da água. Componentes químicos e toxinas também são removidas, gerando uma água limpa e cristalina.

Além de todos esses benefícios, destacam-se os fatos de que: a caixa d’água da sua residência estará sempre limpa, pois não haverá acúmulo de sujeira; os equipamentos eletrodomésticos que utilizarão a água tratada ficarão protegidos e com vida útil consideravelmente maior, e; alergias e ressecamento de pele serão consequentemente evitados em razão da boa qualidade da água.

Filtro Central de Água FUSATI

Com todas as vantagens e benefícios descritos no item acima, o Filtro Central da FUSATI destaca-se pela alta vazão e por apresenta ​ o opcional de Autolimpeza Automatizada. Trata-se da retrolavagem, processo que consiste na passagem da água através do filtro em sentido contrário ao fluxo de filtragem com o objetivo de remover partículas sólidas retidas no meio filtrante. O processo da retrolavagem prolonga consideravelmente a vida útil do elemento filtrante, sendo a sua durabilidade de um período aproximado de 3 a 5 anos, desde que efetuada a retrolavagem constantemente. Somente após este período, portanto, é que se fará necessária a troca de refil, tendo como variante a qualidade da água que abastece o filtro de entrada.

Além disso, outra grande vantagem é que o Filtro Central FUSATI é fabricado em aço inoxidável 304 ou 316, com resistência superior às ligas de aço comum e resistente à corrosão. Isso reduz os danos ocasionados pela ação de sol e chuva e traz maior vida útil ao produto.

O filtro de água central garante água saudável em todos os pontos de consumo das residências.

 

Venha conhecer os Filtros Centrais de Água FUSATI e faça a melhor escolha para a água da sua residência!

Filtro De Água Para Cerveja Artesanal e Microcervejaria

Filtro De Água Para Cerveja Artesanal e Microcervejaria


ÁGUA: A Protagonista do Processo Cervejeiro

Os bons apreciadores de cerveja sabem que a qualidade final dessa bebida está diretamente ligada às propriedades da água utilizada no processo de fabricação.  De todos os ingredientes da cerveja, aproximadamente 95% corresponde à água e até mesmo as cervejas mais fortes possuem em média 90% deste componente. Durante a produção, para cada litro de cerveja são utilizados em média 5 a 20 litros de água, distribuída em diversos processos como fabricação, fermentação/maturação, envasamento, lavagem das embalagens, sanitização dos equipamentos e pasteurização.

Mas qual é, afinal, o impacto da água na qualidade final das cervejas?

A interação dos componentes da água com os demais ingredientes da cerveja e também os seus parâmetros de qualidade podem alterar significativamente o sabor final da bebida.  Dentre os parâmetros de qualidade que merecem atenção no processo de produção da cerveja estão o pH, grau de dureza, alcalinidade da água e substâncias orgânicas,  que interferem diretamente na cor, na turbidez, sabor, aroma e no tempo em que a cerveja permanece em condições saudáveis de consumo.

Alcalinidade e pH altos dão origem a cervejas mais leves e refrescantes e alcalinidade alta e pH baixo resultam em cervejas mais encorpadas.

A quantidade de sais minerais presentes na água – que a torna “dura” ou “mole” – também é determinante na qualidade da cerveja: quanto maior a composição de sais minerais (mais “dura” a água), mais pesada e amarga é a cerveja; quanto menor a composição (água “mole”), mais leve e clara é a cerveja.

A dureza da água é medida geralmente com base na quantidade de partes por milhão, ppm: quanto maior o valor de “ppm”, mais “dura” será considerada a água. O cálcio, por exemplo, entre outras funções relevantes, pode promover o sabor da cerveja; o magnésio, que serve como nutriente para as leveduras pode dar uma sabor amargo à cerveja se utilizado em grande quantidade; o cloreto ajuda a acentuar a doçura do malte; o sulfato ajuda a acentuar o amargor do lúpulo e o sódio também ajuda a promover doçura à cerveja se não utilizado em excesso.

Por tudo isso, conclui-se que a condição da água interfere diretamente na qualidade final da bebida.

Fontes de águas puras produzem cervejas melhores?

Antigamente, as cervejarias instalavam-se em locais com fontes abundantes das melhores águas subterrâneas para o estilo de cerveja que pretendiam produzir.  A qualidade da cerveja estava diretamente relacionada à origem e características da fonte de água mineral escolhida.  Isso porque não existiam técnicas adequadas de tratamento de água, mas hoje é perfeitamente possível corrigir qualquer propriedade da água, por meio de tecnologias específicas e aprimoradas.

Um dos processos mais importantes da produção da cerveja, portanto, é o tratamento da água. O tratamento da água pode torna-la mole ou dura, o ph cor, sabor e odor podem ser ajustados, microrganismos, íons e produtos orgânicos podem ser removidos, tudo para tornar a água ideal ao tipo de cerveja que se quer produzir.  Processos adequados de filtração permitem que a água captada em qualquer região do país esteja sempre dentro dos padrões de qualidade esperados. Assim, a água superficial poderá ter as mesmas condições de qualidade das águas subterrâneas se for adequadamente tratada.

O tratamento da água pode incluir, além da filtração, processos de flotação, decantação e cloração, que a tornará potável e adequada às características ideais de produção da cerveja.

Filtro de Carvão Ativado para Fabricação de Cerveja

Para aqueles apreciadores que pretendem fazer a sua própria cerveja artesanal e não dispõem de um laboratório para fazer a análise da água, uma boa dica é utilizar a água mineral que, em geral, é livre de cloro e tem pouca quantidade de sais,  e filtrá-la com um filtro de carvão ativado. O Filtro de Carvão Ativado vai possibilitar a remoção dos vestígios de cloro de forma eficaz.

Retrolavagem e Autolimpeza Automatizada

Vale a pena destacar aqui a eficácia dos Filtros FUSATI para a purificação da água a ser utilizada na fabricação da sua cerveja! De forma automatizada, e, portanto, sem a necessidade de um operador para a limpeza do filtro, o sistema de filtração inicia automaticamente em um intervalo de tempo definido, revertendo a direção do fluxo da água e possibilitando a sua limpeza dentro dos parâmetros de qualidade exigidos.

Após a limpeza o filtro retorna automaticamente para a posição de filtrar.

Filtro de Água FUSATI: Diversos Tamanhos e Modelos Para Atender a Sua Necessidade

Filtro de Água FUSATI: Diversos Tamanhos e Modelos Para Atender a Sua Necessidade

Filtro de Água Para A indústria de Bebidas e Alimentos

Filtro de Água Para A indústria de Bebidas e Alimentos

Sendo inegável o impacto da água na fabricação das cervejas, venha conhecer nossas soluções de tratamento de água e garanta uma cerveja de boa qualidade!

Podemos ajudar! Fale com um especialista em Tratamento e Filtros de Água.
Powered by